13 junho 2017

As lembranças vão na mala...




Independentemente
Se deu certo a nossa história
Não quero que fique comigo por dó de me fazer sofrer
Orgulhoso? Eu não!
Me ajoelhei pra ter seu coração.
Imperfeito? Sou sim!
Mas dei o meu melhor até o fim.

14 abril 2017

Te esperando...




E eu vou estar
Te esperando
Nem que já esteja velhinha gagá
Com noventa, viúva, sozinha
Não vou me importar
Vou ligar, te chamar pra sair
Namorar no sofá
Nem que seja além dessa vida
Eu vou estar
Te esperando…

28 março 2017

Manto de água...




Qual será a razão
Para eu nem sequer ligar à minha fonte de
inspiração, que és tu
E eu tive uma visão
Que por este andar só me vai trazer 100 anos de
solidão
E de que serve uma lição
Se não passar de hoje
yee
De que serve uma canção
Se ninguém sequer a ouve

07 janeiro 2017

Reportagem "Piscina" Tourigo



A edição desta semana do semanário "Jornal do Centro" (sexta-feira, 6 de janeiro de 2017) traz uma reportagem alargada sobre a "piscina" do Tourigo, onde ficam claros os erros de construção que levaram ao encerramento deste equipamento pela atual Junta, mesmo quando determinadas pessoas insistiam que deveria estar aberto a toda a força, ignorando a própria lei e a segurança dos utilizadores de um equipamento que agora sabemos nunca foi uma piscina e nunca foi, sequer, legalizado.



Podem fazer download da versão pdf AQUI

06 janeiro 2017

Inquérito "Piscina do Tourigo"

Na Assembleia de Freguesia  Nº 1/2016, face às dúvidas que surgiam de todos os lados em relação ao motivo de encerramento da "piscina do Tourigo" apresentei uma proposta (VER PROPOSTA COMPLETA) que pretendia constituir um grupo paritário, constituido por elementos de todos os partidos naquele órgão, de modo a poder apresentar um trabalho tão isento e credível quanto possível!
Em boa hora o fiz, pois a assembleia aprovou a proposta por unanimidade considerando, deste modo, que este trabalho seria essencial para informar a população (palavras que iam na proposta) da verdadeira história daquele equipamento.

Constituído o grupo, unanimemente composto por Manuel Ventura Costa, Márcio Santos e Jaime Miguel pelo PSD; Orlando Marques pelo PS e André Costa pelo CDS, deu-se início ao trabalho!
Na sua essência, interrogou-se um conjunto de entidades com hipotética intervenção na situação da piscina, com um conjunto de questões que era essencial ver respondidas (podem ser vistas todas no relatório) como :

  • (...)
  • Qual foi a entidade que licenciou a Piscina para uso público?
  • Porque é que na terceira semana de Junho do ano de 2014, a Piscina não foi aberta ao público, à semelhança dos 12 anos anteriores?
  • Estando a Piscina já construída, que sentido faz o novo projeto apontar para um custo
    de obra tão exorbitante?
     
  • (...)
Entidades questionadas:
  • Junta de Freguesia da União das Freguesias de Barreiro de Besteiros e Tourigo
  • Câmara Municipal de Tondela
  • ADICES
  • Amadeu Ventura - Presidente da antiga Junta de Freguesia de Tourigo
O relatório elaborado resultou, precisamente,  do confronto com entre os diferentes dados que obtivemos destas entidades. Sem qualquer ingerência da parte do grupo de trabalho, o mesmo será dizer que tudo o que está escrito no relatório foi retirado das respostas obtidas, algumas das conclusões são bastante avassaladoras, nomeadamente aquelas que demonstram quem foi completamente negligente em abrir ao público um tanque que apresenta todos os erros já referidos no relatório de peritagem pedido pela atual junta no início do mandato e que pode ser visto neste outro artigo que já tinha escrito AQUI.

Importa salientar que o relatório não só foi feito e assinado por todos os elementos atrás mencionados, como ainda foi aprovado por unanimidade na Assembleia de Freguesia de 28 de dezembro de 2016 passando, desta forma, a ser um documento com importante clarificações aceite por todos.

Algumas das conclusões que me surpreenderam:

  • Dado que é um facto assumido por todos os  inquiridos que nunca existiu qualquer alvará e, simultaneamente, a seguradora ressalva que a piscina deve funcionar de acordo com as condições do alvará, este grupo de trabalho entende que a não existência de alvará poderia ter colocado em causa a ativação do seguro em caso de necessidade, o que a ser verdade seria uma tremenda falta de responsabilidade do então executivo da Junta de Freguesia de Tourigo.
  • Face à documentação reunida pelo grupo, concluímos que a atual Junta da União das Freguesias teve uma atitude muito sensata quando decidiu colocar em primeiro lugar a segurança dos utilizadores do equipamento e, face às avaliações dos peritos, decidiu encerrar estas instalações ao público, pese embora soubesse de antemão que esta era uma medida que não seria fácil de tomar e que traria algum descontentamento à população, habituada a utilizar este equipamento durante a época balnear. 
  • Existiu um excesso de benevolência e alguma falta de responsabilidade dos anteriores executivos, tanto na construção da obra como na sua exploração. Estranha-se que o então Presidente da Junta do Tourigo, entidade promotora da obra, não se tenha preocupado em saber quem era o responsável técnico da obra, quem deveria aprovar a obra no final de concluída, quem a deveria ter licenciado ou quem teria que emitir o respetivo alvará de utilização.

Como??

Então a piscina nunca foi licenciada? NÃO!!
Então a piscina nunca teve alvará de utilização pública? NÃO!!
Nunca teve um seguro válido? NÃO!!

Alguma vez foi piscina? NÃO!
E nada disto são palavras minhas! São da ADICES e do próprio presidente da antiga junta de Freguesia do Tourigo, Amadeu Ventura!

Estranho que isto ainda não tenha vindo a público!

Onde está quem tanto contesta faltas de rigor e afins?

E se fosse o atual executivo a abrir um equipamento nestas condições, como seria?




VER RELATÓRIO COMPLETO:
https://dl.dropboxusercontent.com/u/12274798/Publica%C3%A7%C3%B5es%20online/Relat%C3%B3rio%20Final%20Piscina%20do%20Tourigo.pdf


11 março 2016

Disney, José Fanha, Fernando Alvim e mais qualquer coisa...

Gosto imenso deste senhor, tanto como do Alvim e da mítica Prova Oral, que já não ouço tantas vezes como outrora. Mas hoje lá calhou... e aproveitei para ligar, quando vi quem era o convidado... JOSÉ FANHA. Deixo aqui o registo áudio... 


02 março 2016

Quando tu fazes 30 anos, não dá mais para fingir

"É impossível trabalhar num lugar que tu odeias, é impossível namorar quem tu não amas e é impossível não cuidar bem do teu corpo. Depois dos 30, tu estás mais sintonizado com o teu corpo, o teu coração e a tua alma.

Algumas mudanças são difíceis… o teu corpo começa a rejeitar algumas coisas como excesso de café ou ficar bêbado e acordado a noite inteira. O teu coração começa a interessar-se menos por explorar livremente por aí e mais por intensificar algo com quem tu realmente gostas.
A tua essência está mais conectada com os teus verdadeiros desejos.
  • Aos 30, tu paras de enganar tanto as pessoas. E, consequentemente, tu também paras de te enganar.
  • Aos 30, tu começas a perceber quem és e o que queres.
  • Aos 30, tu estás confiante sobre as tuas qualidades, mas também conheces os teus pontos fracos.
  • Aos 30, tu substituis desculpas esfarrapadas por verdades.
  • Aos 30, uma ressaca não é mais uma leve dor de cabeça no domingo de manhã… É tipo o pior dia da tua vida.

Quando eu fiz 30 anos, eu resisti a muitas dessas mudanças.
Eu chorei quando o médico me mandou tomar menos café e mais Omeprazol. Eu fiquei indignado quando fiquei bêbado com duas cervejas e ainda me senti morto no dia seguinte. Senti que tinha algo errado comigo por não querer aproveitar a noite de sexta.

Quase 3 anos depois, eu estou apaixonado pelos meus 30 e poucos anos.
Eu faço o que eu quiser das minhas noites de sexta. Geralmente, eu leio um livro ou assisto Netflix. Coloco uma roupa confortável assim que chego em casa, e deito-me quando me apetecer. Se eu saio, faço coisas como ir a uma aula de yoga noturna. Quando eu tinha 24, tu jamais me encontrarias num sítio desses em plena sexta-feira. A não ser que lá estivesse a acontecer uma festinha hipster…
Claro que ainda tomo uma ou outra taça de vinho, mas a minha semana não gira mais em torno de beber. Quando me perguntam se eu quero fazer alguma coisa, eu já imagino um programa ao ar livre ou uma viagem para algum lugar interessante, e não necessariamente beber.
Eu achava que gente que acorda cedo vinha de outro planeta. Lembro-me que uma vez, durante a faculdade, cheguei na casa dos meus pais com um amigo lá pelas 5 da manhã, depois de uma noite fora de casa. Cheguei a tropeçar em mim mesmo, de tão bêbado, e dei de cara com o meu pai. Ele já estava acordado e a amarrar o ténis, pronto para correr. Ainda não cheguei nesse nível de acordar às 5 da manhã, acho que é um hábito que começa lá pelos 50. Mas os meus dias favoritos são os que eu estou na rua logo de manhã, a respirar ar puro e a exercitar-me.
Aos 20, tu queres ser amigo de todo o mundo. Tudo gira em torno de conhecer gente nova para sair. Tem aquilo de “no sábado vai rolar tal coisa”, que quase sempre se resume em 5, 10 ou 20 amigos aleatórios no bar ou na discoteca.
Aos 30, fazer esse tipo de coisas começa a ficar desinteressante. Tu já sabes quais são os teus amigos de verdade. Depois de anos de “vamos marcar alguma coisa”, essas saídas são substituídas por programas mais intimistas. É claro que, de vez em quando, eu topo uma festinha, mas geralmente prefiro conversar com alguém que seja realmente importante para mim, que faça parte da minha vida e que eu gostaria que estivesse no meu casamento – e não alguém que só curte as minhas fotos no Facebook.
É uma delícia cuidar do teu corpo e do teu coração com mais carinho, ser fiel a quem tu és e ao que tu desejas. Inclusive, ficar em casa numa sexta-feira e aproveitar a vida com quem tu realmente queres.

Essa é a alegria de ter 30 e poucos anos."

Tradução do texto de Smiley Poswolsky

Há duetos e duetos...

...mas estes dois...

21 outubro 2015

Temos piscina ou não temos piscina?

Piscina, piscina e mais piscina...

Tem toda a razão quem reclama por uma piscina no Tourigo. Afinal foi essa a expectativa que ao longo de vários anos foi criadas nas pessoas - o Tourigo tem uma piscina!

A verdade é que não temos piscina pública e de quem é a culpa? Da antiga junta que fez tudo por tudo para conseguir um investimento desta natureza numa localidade pacata no sopé do Caramulo plantada?

Da atual Junta que recebeu uma herança "ilegal" e diz que não assume responsabilidades por um acidente trágico que ali aconteça?

Da Câmara que foi colaborando com a verba para alimentar este sonhos dos Touriguenses?

Sem querer discutir se é piscina ou se não passa de um tanque pintado de azul. Se abre ou público de forma legal ou ilegal (lavando daí as mãos aqueles que têm responsabilidades civis e morais sobre a mesma), deixo aqui um relatório que, este sim, traduz factos concretos e portanto é mais interessante do que todo o "diz que disse" de quem ouviu dizer que disseram.

Este é um documento público, que pode ser solicitado na Junta por qualquer cidadão interessado e que revela dados muito interessantes.

RELATÓRIO DE PERITAGEM À PISCINA/ZONA DE LAZER DO TOURIGO

26 junho 2015

Assembleia de Freguesia 22JUN15

Na Assembleia de Freguesia do passado dia 22 de junho de 2015, propus o seguinte voto de louvor:

Voto de Louvor
A Assembleia de Freguesia de Barreiro de Besteiros e Tourigo vem por este meio deixar um voto de louvor pela dedicação e trabalho exímio demonstrado pelo conterrâneo Francisco Henriques Costa, da localidade do Tourigo, que lhe permitiu alcançar, recentemente, o escalão máximo da arbitragem de Futsal da Federação Portuguesa de Futebol.

A mesma Assembleia faz votos que se mantenha neste patamar por muitos anos, repletos de sucessos pessoais e desportivos, dignificando a modalidade em Portugal e sendo, simultaneamente, motivo de orgulho para a nossa União de Freguesias.
O proponente: Márcio Santos

O voto foi aprovado por unanimidade, deixo aqui o merecido reconhecimento e os parabéns ao Francisco!

16 maio 2015

Assembleia de Freguesia 30MAI15 #2

Deixo aqui a minha intervenção na Assembleia Municipal da União de Freguesias de Barreiro de Besteiros e Tourigo, do passado dia 30 de maio de 2015, após a apresentação das medidas da Junta de Freguesia para apoio a pessoas da União das Freguesias com necessidades, nomeadamente com apoio em medicamentos:


Senhor Presidente da Mesa de Assembleia,
Senhores membros desta Assembleia,

Gostaria de deixar uma palavra de parabéns ao atual executivo pela ousadia de apresentar, aqui hoje, um projeto com tanto significado social como aquele que temos entre mãos.
Sabemos que esta era uma promessa eleitoral, pela qual a maior parte de nós se debateu, em especial o Sr. Presidente da Junta. Mas sabemos também que nunca foi consensual e que muitos insistiram até ao último dia para que fosse eliminada do boletim.
Pois bem, questiono que legitimidade temos nós em discutir milhares de euros gastos, mal ou bem, em piscinas ou em jardins, quando temos situações, pese embora pontuais, de pessoas na nossa União de Freguesias, para quem uma ajuda mensal em medicamentos faria toda a diferença.
Bem sei que este é um projeto ambicioso e de difícil concretização, que deve ser implementado com todo o rigor a que estas questões estão obrigadas. Mas Sr. Presidente, permita-me dizer-lhe que, a meu ver, quando estamos a falar de pessoas e de bens de primeira necessidade, antes a junta peque por excesso do que por defeito.
Ao ler este projeto de regulamento, elaborado em jeito de trabalho colaborativo, em consonância com várias instituições da Freguesia, só lhe podemos agradecer por ter sido tão persistente na sua vontade de levar esta iniciativa por diante. Pedindo-lhe agora que seja exímio e breve na sua implementação.

Assembleia de Freguesia 30MAI15 #1

Deixo aqui a minha intervenção na Assembleia de Freguesia da União das Freguesias de Barreiro de Besteiros e Tourigo, do passado dia 30 de maio de 2015, após a apresentação das últimas atividades da Junta de Freguesia:

Senhor Presidente da Mesa da Assembleia,

Senhores membros desta Assembleia,


As atividades que aqui nos são apresentadas evidenciam o cuidado da Junta de Freguesia para com os seus concidadãos nas diferentes vertentes pelas quais o poder central lhe confere competências. É um facto que queremos sempre mais, e que certamente muito há para continuar a fazer nesta União de Freguesias. Não obstante, parece-me notório o empenho do executivo em dar respostas nas várias frentes que diariamente vão surgindo. Depois do que ouvi e do que li, quero destacar algumas obras de relevo que reforçam as condições e a qualidade de vida da nossa população:

·      Início das obras do passeio na ER 228 em Barreiro de Besteiros que evidenciam a importância de ter um executivo com visão estratégica apontada à segurança dos transeuntes e dos automobilistas daquela localidade;

·      Limpezas de arruamentos em vários pontos da União das Freguesias, que sabemos ter a segunda maior área do Concelho de Tondela o que, por si só, acarreta despesas avultadas para o orçamento;

·      Colaboração com as diferentes iniciativas do movimento associativo em geral, do qual saliento a organização do Carnaval interassociativo, mostrando a sensibilidade para com as vontades das gentes associadas desta União de Freguesias, destacando-se como um dos poucos carnavais de todo o concelho;

·      Beneficiação das obras da Rua da Prêsa – Tourigo, deixando aqui o desafio para que esse mesmo caminho possa, finalmente neste mandato, ser definitivamente asfaltado, de forma tão breve quanto possível;

·      Gostaria de salientar também, o forte empenho do atual executivo no acelerar do processo conducente à realização do Estudo Prévio e  ao Projeto de Execução do tanque designado piscina do Tourigo;

·      Por último, para além dos aquedutos no caminho dos Chaninhos e do Puliteiro, gostaria de salientar a importância deste executivo ter acompanhado de perto as obras de pavimentação da estrada Corveira-Vale do Porco, várias vezes solicitadas nesta assembleia, e que agora vemos finalmente ficarem concluídas com um excelente resultado final. Apesar da obra ser da competência do Câmara Municipal, na impossibilidade de termos uma ponte na Corveira mais larga, bem sabemos que hoje só é possível passar lá um veículo pesado de grandes dimensões, graças às obras de correção do itinerário à entrada da ponte, levadas a cabo pela Junta de Freguesia.

São estas e outras obras que mostram a preocupação do atual executivo com o que se vai passando cá dentro, sem prejuízo de muitas obras que estão por fazer e que, periodicamente, têm sido aqui debatidas.

Sabemos que não se faz tudo de uma vez e por isso gostaria de terminar mas não sem antes deixar um nota de preocupação com outras localidades que habitualmente não são aqui referidas e pelas quais o executivo não se deve alhear.
Senhor Presidente da Junta, parabéns pelo trabalho já desenvolvido mas não se esqueça que a União de Freguesias não se limita à localidade de Barreiro e Tourigo.